Atendimentos oferecidos

A Ludoterapia


É a psicoterapia destinada a tratar os problemas infantis.
Diferentemente dos adultos que dispõem de recursos verbais para expressar seus problemas e suas angústias, a criança ainda não sabe colocar tantos conteúdos internos sob a forma de palavras, mas sabe como ninguém se expressar através de brincadeiras e jogos.
A ludoterapia oferece a chance da criança observar melhor o mundo e a si mesma. Suas motivações, impulsos e emoções serão trabalhadas para que ela tenha, a cada dia, maior consciência a respeito de si mesma e dos outros, desenvolva sua personalidade e aprenda a lidar com seus conflitos.
A ludoterapia facilita a ela a expressão de sentimentos, dos seus medos e das suas necessidades de forma que o terapeuta possa entendê-la melhor e ajudá-la a vencer suas dificuldades para que se desenvolva de maneira saudável e plena.
Muitas são as questões que podem ser trabalhadas em ludoterapia. As queixas mais freqüentes trazidas ao consultório são:

- Inadaptação escolar
- problemas de relacionamento com professores ou colegas
- incapacidade de obedecer a regras e normas escolares
- problemas de aprendizagem
- instabilidade emocional (agressividade, isolamento, inibição, etc)
- dislexia, disortografia
- perturbações comportamentais
- baixo rendimento escolar
-Inadaptação familiar
-problemas de relacionamento entre pais e filhos
-incapacidade ou dificuldade em obedecer a regras e limites
-birras
-agressividade e impulsividade

-Outros
-hiperatividade
- dificuldades de interação social
- problemas afetivos e emocionais (dificuldades em lidar com perdas, ciúmes, frustrações, separações, etc).
- temores
- conflitos
- traumas
- enurese e encoprese
- baixa auto-estima
-transtornos psicológicos já instalados como bulimia, anorexia, depressão, ansiedade, etc.
-perturbações psicossomáticas como alergias, bronquite, dores de cabeça, constantes alterações gastrintestinais, etc.
-pequenos delitos (mentiras, fugas, furtos, etc).

As sessões de ludoterapia ocorrem uma ou duas vezes por semana em sala apropriada ao atendimento infantil, com todos os recursos necessários à exploração lúdica.
São sessões de 50 minutos entre a criança e o terapeuta.
Os pais participam do processo psicoterapêutico através de entrevistas com o psicólogo para obtenção de informações a respeito da criança e, em seguida, através das chamadas entrevistas devolutivas onde o terapeuta comunica aos pais os resultados do processo ludoterapêutico, elabora hipóteses diagnósticas, dá orientações e procura sanar as dúvidas e questões trazidas pelos pais.


A psicoterapia de adolescentes e adultos


É um processo com começo, meio e fim cuja finalidade é solucionar as questões e problemas trazidos pelo paciente.
Os atendimentos acontecem em sessões de 50 minutos, uma ou duas vezes por semana, dependendo das necessidades do paciente.
A duração total do processo psicoterapêutico varia de acordo com o caso, a intensidade, o comprometimento do paciente e o trabalho do terapeuta. O psicólogo é um profissional da saúde que dispõe de seus conhecimentos e técnicas psicológicas para auxiliar o paciente a entrar em contato com seus conflitos e superá-los da melhor maneira possível.
O objetivo central desse processo é melhorar a qualidade de vida do paciente.
Freqüentemente, uma pessoa procura ajuda psicológica quando ela sozinha não obteve recursos suficientes para enfrentar suas dificuldades ou resolver seus problemas de forma satisfatória, sejam estes problemas de ordem afetiva, profissional, familiar ou de relacionamento interpessoal.
Muitas vezes, a procura da ajuda do psicólogo só acontece quando já existe uma doença estabelecida que está causando transtornos na vida do paciente. Nestes casos, é comum que ele seja trazido por amigos ou parentes que estejam preocupados com seu estado psíquico.
Existem também aqueles que procuram terapia para fortalecer suas capacidades internas, desenvolver auto-estima ou promover autoconhecimento.
Seja qual for o motivo da busca pela psicoterapia, esta respeita um caminho a ser seguido que vai da primeira entrevista com o paciente à realização do chamado psicodiagnóstico (avaliação completa do estado geral do indivíduo), o tratamento propriamente dito e a alta, quando as queixas são solucionadas, os sintomas superados e o paciente pode deixar a terapia por ter agora condições de enfrentar seus problemas sozinho.


A consultoria educacional

É realizada quando uma escola solicita o auxílio do psicólogo na realização de alguma atividade que objetive o desenvolvimento de práticas escolares de melhor qualidade e o crescimento da instituição, dos seus funcionários, professores e alunos.

Atendimentos oferecidos:

-Psicodiagnóstico Escolar
-Assessorias e Consultorias
-Palestras, cursos e oficinas educativas
-Criação e montagem de brinquedotecas
-Apoio psicopedagógico e participação na construção e reorganização das práticas pedagógicas.
-Apoio psicopedagógico a crianças com problemas de aprendizagem ou problemas emocionais.
Psicodiagnóstico Escolar
É realizado quando a instituição não está conseguindo atingir seus objetivos da forma como fora planejado.
O psicodiagnóstico escolar vai descobrir a causa dos problemas que estão interferindo no desenvolvimento das atividades escolares para corrigir possíveis equívocos e criar novas estratégias de ação.
O psicodiagnóstico será um forte recurso de avaliação geral do sistema educacional.
Todas as partes serão avaliadas: professores, alunos, funcionários, administração, ambiente escolar, papel da escola, relação professor -aluno, direção, atividades realizadas, grade escolar, atividades extracurriculares oferecidas e tudo mais que faça parte da vida escolar.
A partir dos resultados obtidos será possível visualizar os pontos fortes que devem ser mantidos ou incentivados, assim como as falhas que estão ocorrendo, para que estas possam ser solucionadas.
Levantadas as reais necessidades da escola, através do psicodiagnóstico, pode-se, enfim, partir para as novas etapas de atuação: o planejamento e a implementação das mudanças desejadas.


Assesssorias e Consultorias

As assessorias e consultorias variam de acordo com as necessidades de cada escola.
Consistem em trabalhos temporários que visam desenvolver, apoiar e implementar novas políticas ou programas de qualificação e desenvolvimento escolar.
Através da apropriação e utilização de novos conhecimentos, propostas e iniciativas é possível aprimorar o trabalho da equipe de educadores e construir práticas mais eficazes de educação.
Qualquer tema relevante ao ambiente escolar pode ser explorado e trabalhado através das assessorias e consultorias. Entre eles os mais procurados são:
-Programas de atualização psicopedagógica da equipe escolar.
-Cursos de aprimoramento de habilidades para educadores.
-Aperfeiçoamento didático.
-Assessoria em técnicas de aprendizagens e conceitos sociais.
-Programas de atenção e motivação da equipe de educadores, entre outros.

Cada escola deve observar as necessidades de intervenção e aperfeiçoamento na capacitação de sua equipe.A partir daí pode-se criar um programa específico que venha contribuir para o crescimento profissional da equipe de educadores.

Palestras, cursos e oficinas educativas


Palestras e cursos educativos direcionados a educadores, pais e alunos.
Os temas mais comuns requisitados pelas escolas atualmente são: drogas, como lidar com regras e limites, sexualidade e orientaçãovocacional.

Criação e montagem de brinquedotecas


Muitas escolas têm se dado conta dos problemas ocasionados, hoje em dia, pela falta das atividades lúdicas no cotidiano das crianças.
O excesso de atividade acadêmicas e extracurriculares somados a falta de espaço e tempo para brincar tem gerado problemas de ordem cognitiva, emocional e nas relações das crianças com as outras pessoas e o mundo.
Muitas crianças passam o dia estudando ou então trancadas em apartamentos sem o contato com outras crianças e atividades de lazer como correr, saltar, pular corda, jogar bola, entre muitas outras atividades que são fundamentais no seu desenvolvimento psicomotor, social e afetivo.
Foi pensando nisso que foram criadas as brinquedotecas. Espaços destinados às atividades lúdicas que proporcionam lazer, educação e desenvolvimento das capacidades e habilidades motoras, intelectuais, emocionais e sociais da criança.
Uma brinquedoteca deve ser cuidadosamente planejada para que disponha de um espaço seguro, adequado e estimulante às brincadeiras infantis.
Muitos fatores devem ser levados em conta na montagem de uma brinquedoteca, entre eles o treinamento de monitores, a escolha dos brinquedos mais apropriados a cada idade e a manutenção do material lúdico.
Jogos, livros, brinquedos e brincadeiras variadas, além de materiais de expressão artística devem sempre fazer parte de uma brinquedoteca.

Se sua escola deseja montar uma brinquedoteca e dispor de uma equipe treinada de monitores entre em contato com a gente.
Telefone: (11) 8424-2434 / Endereço: Av. Moema, 635.